Polícia divulga retrato falado de suspeito de assaltar e ferir coronel da PM em posto de combustíveis

Retrato falado de homem suspeito de assaltar e ferir coronel da PM foi divulgado pela Polícia Civil  — Foto: Polícia Civil/Divulgação Imagem foi produzida pelo IITB, a partir de informações da própria vítima, que sobreviveu mesmo depois de levar três tiros.

A Polícia Civil divulgou o retrato falado do suspeito de assaltar e ferir um coronel da Polícia Militar, no dia 1º de junho deste ano. O crime ocorreu em um posto de combustíveis na BR-101, em Jardim Jordão, em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

Segundo o delegado Francisco Júnior Santos, a imagem foi produzida a partir de informações da própria vítima, de 57 anos, que não teve o nome divulgado. O PM sobreviveu mesmo depois de ser atingido por três tiros.

 

O retrato falado, elaborado pelo Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB), mostra a imagem de um homem pardo que tem entre 25 e 30 anos de idade.

Informações repassadas pela vítima para a polícia apontam que o assaltante mede entre 1,65 metro e 1,70 metro, é magro e usa bigode e cavanhaque ralos. No dia do crime, no Posto Padre Cícero, ele estava com um “revólver pequeno”, segundo a descrição do coronel.

Quem tiver informações sobre o suspeito pode entrar em contato com o Disque-Denúncia pelo telefone 3421.9595. “As pessoas também podem mandar informações para o WhatsApp da 11ª Delegacia, pelo número 997000113”, afirmou o delegado.

De acordo com Francisco Júnior, a vítima contou que estava distraído quando ocorreu a abordagem. “O coronel disse que o homem deu um tiro no seu rosto e depois atingiu a cabeça. Também foi efetuado um disparo no ombro. O assaltante levou a arma do policial”, observou.

Francisco Júnior disse, ainda, que a polícia encontrou o carro usado pelo assaltante no assalto ao coronel. É um veículo levado em uma ação contra um motorista de transporte por aplicativo de celular. “Ouvimos o dono do carro e ele disse que foi sequestrado”, disse o policial.

Ocorrência

Segundo o boletim de ocorrência, o PM foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA), sendo transferido para o Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, região central do Recife.

No dia do crime, o HR informou que o oficial da PM chegou consciente e passou por cirurgia bucomaxilofacial, devido ao disparo. O hospital informou que ele tinha, ainda, um hematoma no pescoço e que passou por tomografia, sendo avaliado por neurologista.

Fonte: G1 PE

Leave a Reply