Suspeitos de roubar malote com R$ 100 mil de funcionário de loja em rua na BA são detidos e depois liberados

Assaltantes armados roubam malote com R$ 100 mil de funcionário de loja em rua de Itabuna, na BA (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)…identificar a autoria por meio da impressão digital.

Dois homens suspeitos de roubar um malote contendo cerca de R$ 100 mil que estava com o funcionário de uma loja de ferro e aço no município de Itabuna, no sul da Bahia, foram presos, mas depois liberados por não terem sido reconhecidos pela vítima e por pessoas que presenciaram o crime. Câmeras de segurança flagraram o momento da ação.

De acordo com informações divulgadas nesta quarta-feira (23) pela Polícia Civil, os suspeitos foram localizados na noite de terça (22), um dia após o roubo. Eles foram levados para a delegacia da cidade, onde prestaram depoimento antes de serem liberados.

O carro que teria sido usado por eles durante o crime foi apreendido com os criminosos, no bairro Nova Ferradas, e vai passar por uma perícia. No imóvel onde os suspeitos detidos estavam, ainda conforme a polícia, foram localizados uma pequena quantidade de drogas e um capuz preto.

A polícia diz que quatro homens participaram do assalto e que vai analisar as digitais encontradas no carro apreendido para confirmar a identidade dos criminosos.

“Esse exame vai ser feito para fazer a identificação dos criminosos para fazer prova na Justiça, porque, como as vítimas dizem que os suspeitos detidos se parecem muito [com os assaltantes], mas não o reconheceram com certeza, a gente vai identificar a autoria por meio da impressão digital. Confirmando a impressão digital, é uma prova 100% da autoria deles, já que andaram no veículo utilizado no roubo”, disse o delegado Miguel Cicerelli, que investiga o caso.

O delegado ainda disse que, em um prazo de 30 dias, deve encaminhar o resultado da investigação à Justiça Criminal. “Eles podem responder por crime de roubo qualificado, que tem pena de até 17 anos de prisão, e formação de quadrilha”, destacou.

O assalto ocorreu na última segunda-feira (21). Conforme a polícia, o funcionário, que não teve identidade divulgada, estava na porta da loja onde trabalha, localizada no bairro Santo Antônio, quando foi abordado.

Três dos suspeitos chegaram ao local em um carro preto. Um quarto homem estavam em outra rua próxima, para dar cobertura aos comparsas, e aparece armado no local, logo depois da vítima ser abordada. Toda a ação dura cerca de 30 segundos.

Ao perceber a aproximação dos criminosos, a vítima ainda tenta entrar na loja, mas é puxada e jogada no chão por um dos assaltantes. Após pegarem o malote, os suspeitos entram novamente no veículo e fogem do local.

Além dos R$ 100 mil, a gerente da loja onde o funcionário assaltado trabalha disse que havia ainda documentos no malote levado.

Fonte: G1 Bahia

Leave a Reply