Sem moradia e para se proteger do frio, idoso escolhe morar em túmulo de cemitério na Capital de MS

Resultado de imagem para o exame de papiloscopiao exame de papiloscopia, já que ele não possui documentação.

Um homem escolheu morar dentro de um cemitério que fica à 5 quilômetros de Campo Grande. Antônio Pereira Correa, de 69 anos, trabalha como tratorista e disse que passa maior parte do tempo dentro de um tumulo, até mesmo para se proteger do frio.

O local está com aspecto de abandono. Ali, seu Antônio afirmou viver por vontade própria e ser de Guia Lopes da Laguna, a 232 quilômetros da Capital sul-mato-grossense.

A Secretaria de Assistência Social (SAS), disse que está acompanhando o caso e que assistentes já foram no local por três vezes no mês de maio, mas que o serviço foi recusado pelo idoso. A secretaria afirmou ainda que vai procurar parceria com a Segurança Pública, para fazer o exame de papiloscopia, já que ele não possui documentação.

Fonte: G1 Mato Grosso do Sul

Leave a Reply