Inicia julgamento de acusado de matar e esquartejar professor universitário em RO

Elessandro Milan foi assassinado e esquartejado em março de 2016.  — Foto: Facebook/ Reprodução

O envolvimento do suspeito no crime foi comprovado por meio das provas papiloscópicas.

Teve início na manhã desta quinta-feira (11), no 1º Tribunal do Júri da Comarca de Porto Velho, o julgamento de Ériton Fábio Coelho Macedo, um dos acusados de matar e esquartejar o professor universitário Elessandro Milan, de 34 anos.

O crime aconteceu em março de 2016 dentro da residência da vítima, localizada na Zona Leste de Porto Velho.

Segundo o Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO), o réu, durante a fase policial, confessou ser o autor do crime e chegou a dar detalhes de como matou Elessandro. Segundo ele, o crime ocorreu porque teria sido dopado, e ao acordar, ficou com raiva da vítima, o que teria motivado o assassinato.

De acordo com o delegado Sandro Moura, o envolvimento do suspeito no crime foi comprovado por meio das provas papiloscópicas: das palmares, plantares e digitais coletadas pelo instituto de identificação.

O caso

O professor universitário, foi morto e teve o corpo esquartejado, dentro da própria residência, em um condomínio localizado na Zona Leste de Porto Velho, no dia 18 de março de 2016.

Uma vizinha da vítima encontrou rastros de sangue na varanda da casa e acionou a Polícia Militar (PM).

Segundo a PM, pelas marcas de sangue, o professor foi assassinado na sala e teve o corpo arrastado para a cozinha, onde houve o esquartejamento.

O delegado do caso descarta a possibilidade de Milan ter ser sido vítima de latrocínio (roubo, seguido de morte), já que nenhum objeto foi levado. A suspeita é que o crime ocorreu devido a problemas pessoais.

Fonte: G1 Rondônia

Leave a Reply