BIOMETRICS HITECH 2017 E XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE IDENTIFICAÇÃO REÚNE NOVAS TECNOLOGIAS EM BRASÍLIA

DOR_5425“Innovatrics AFIS”

O uso de novas tecnologias em biometria e identificação humana vem crescendo mundialmente e será essencial para ampliar a oferta de serviços, proteger pessoas, driblar a desburocratização, inibir fraudes e crimes de falsificação de documentos. Para se ter uma ideia da dinâmica desse mercado, as vendas globais de soluções biométricas devem superar a marca de US$ 30 bilhões em 2021, conforme estudo da consultoria de inteligência de mercado ABI Research, dos Estados Unidos.

No Brasil, o setor movimentou cerca de R$ 500 milhões em 2016 e deve dobrar de tamanho até 2020, segundo projeções da Associação das Empresas de Tecnologia em Identificação Digital (Abrid).

Com foco nesse mercado, teve início nesta terça feia (29/08) e segue até a próxima quinta feira (31/08) em Brasília, o Biometrics HITech 2017, principal evento do País especializado em biometrias, tecnologias e técnicas de identificação humana, que trará as mais recentes inovações do setor e oferecerá inúmeras atividades, propiciando a troca de conhecimentos e o incentivo aos negócios. O evento acontece no Hotel Royal Tulip Brasília Alvorada, junto ao Lago Paranoá e ao Palácio Alvorada (SHTN Trecho 1 Conj 1B, Bloco C, SHTN Trecho 1 – Asa Norte, Brasília – DF)

O Biometrics HITech 2017 ocorre junto com o XIV Congresso Brasileiro de Identificação e conta com a parceria da Federação Nacional dos Peritos Oficiais em Identificação (FENAPPI) e da Associação Brasiliense de Peritos Papiloscopistas (ASBRAPP).

Entre os destaques do evento estão o caminhão itinerante (denominado Projeto Itinerante) que emite documentos de identificação para os cidadãos que moram muito distantes dos grandes centros. Novidade em Goiás, devido ao perfil do serviço oferecido (incluindo pesquisa automática criminal), o Projeto Itinerante foi desenvolvido para funcionar em um caminhão dotado de uma estação de biometria – o Goiás Biométrico – no qual todos os dados são informatizados, desde a foto, a impressão digital do cidadão até a assinatura. Desta forma, além de levar cidadania aos municípios mais longínquos daquele estado (pois a unidade possui gerador), o serviço é seguro (sem fraudes), eficiente e rápido. O Projeto Itinerante nasceu de uma parceria entre o Instituto de Identificação da Polícia Civil de Goiás e a Socicam, empresa nacional que presta serviços de gestão integrada de espaços públicos.

Apto a percorrer os 246 municípios de Goiás, o Projeto Itinerante serve de exemplo de uma ação bem sucedida – graças aos avanços da biometria – pode ser implantado nos demais estados da federação.

O público do Biometrics HITech 2017 fará seu check-in para ingresso ao evento por meio do sistema de reconhecimento facial da NEC, com base nas informações previamente enviadas pelo smartphone do próprio visitante. Desta forma, os processos de credenciamento  e entrada no local serão mais práticos e ágeis, tornando-se, inclusive, um modelo de acesso a ser implantado em várias outras situações com grande público tendo em vista sua eficiência.

A NEC mostrará ainda no evento uma das soluções mais modernas da atualidade, muito relevante para situações de tentativas de fraude em sistemas de reconhecimento de pessoas. Trata-se da detecção de vida, que por meio desse sistema, é possível identificar se a imagem utilizada pertence a uma pessoa real e não a uma foto ou um vídeo, por exemplo. Os visitantes poderão conferir também no estande uma estação de cadastramento biométrico, que é, hoje em dia, um passaporte para o mundo digital.

Com o avanço da tecnologia, cresce também a necessidade de ampliar os níveis de segurança em diversos segmentos e processos, principalmente no ambiente digital. Assinatura eletrônica, token e biometria já estão associadas à segurança financeira em bancos. Mas, como controlar o acesso físico às instituições com precisão quase infalível? Como assegurar que uma pessoa, e só ela, poderá fazer uma prova de faculdade via web? A FullFace desenvolveu soluções para tais questões que serão apresentadas no Biometrics HITech 2017.

Com velocidade de reconhecimento de menos de um segundo, a solução da empresa determina um CPF facial para cada indivíduo, com um sistema que facilmente se integra a hardwares e softwares, facilitando processos de autenticação biométrico facial web e mobile. Atualmente, o reconhecimento facial da maioria dos provedores é de apenas 86 pontos dos rostos das pessoas. Com tecnologia inovadora e algoritmo próprio, a solução da FullFace chega a 1024, garantindo maior precisão no reconhecimento biométrico individual com uma velocidade de processamento muito superior e baixo consumo de memória.

Essa tecnologia torna o processo de segurança algo personalizado, automatizado, simples e rápido. Além disso, possibilita um amplo monitoramento e uma assertividade que nenhuma outra forma permite e tem aplicação para controle de entrada e saída em ambientes, além de outras variáveis que possibilitam uma sensível evolução dos níveis de controle de individualidade, como por exemplo, abertura de conta corrente mobile, realização de prova web, antifraude, relacionamento com cliente, controle de ponto remoto, seguradoras, atendimento personalizado, CRM, monitoramento em estádios, acesso a ambientes restritos, identificação de suspeitos e até cadastro e credenciamento em feiras e eventos.

A Innovatrics apresentará as tecnologias de gerenciamento de identidade. A novidade é o Innovatrics AFIS, um sistema de identificação de impressão digital multimodal mais rápido do mundo, reconhecido por integradores de sistemas e provedores de soluções que exigem uma solução de gerenciamento de identidade biométrica de grande escala, fácil de integrar, compatível com padrões e de alto desempenho para um sistema de impressão digital biométrico.

A Innovatrics levará também a tecnologia inovadora de reconhecimento facial, denominada IFace, que é aplicável a inúmeras soluções comerciais, como vigilância de segurança pública (rastreamento multifacetado e detecção de lista negra), verificação ICAO (controle de fronteira e emissão de identidade), análise demográfica (análise de comportamento do cliente no varejo) e várias soluções móveis, incluindo aplicações bancárias.

A Griaule mostra o BEST (Biometric Examiner Station), que é a solução mais completa do mercado para busca de fragmentos de impressões digitais e resolução de crimes. Com interface amigável, permite a gestão centralizada de casos criminais, e a escolha de temas personalizados melhorando a experiência do usuário e seu conforto visual. Com filtros avançados e features únicas na edição de imagens, a busca de latentes instantânea atualiza em tempo real a lista de suspeitos enquanto as minúscias são editadas. Além disso, a geração automática de laudos criminais aumenta a produtividade dos peritos papiloscopistas, permitindo a criação de relatórios de perícia customizados.

A Griaule mostra também o BCC Baby (Biometric Capture Component), que é uma ferramenta avançada para o cadastro de impressões digitais de recém-nascidos. Além de dados biográficos, o cadastro inclui a captura das impressões palmares e face do bebê, sendo vinculado as biometrias da mãe. Os dados coletados com sensores de tipo standard, possuem qualidade para reconhecimento e podem alimentar os sistemas automatizados de impressões digitais (ABIS).

Fonte: Panorama de Negócios

Leave a Reply